A Herdade

Produtor de vinho mais a norte do Algarve. As vinhas estão inseridas num cenário único - solos maioritariamente xistosos com grande diversidade natural com medronheiros, alfarrobeiras, sobreiros, oliveiras, amendoeira, pinheiros.

Envolvente: Localizada no sul do país, em pleno Barlavento Algarvio, entre o mar e as serras de Monchique e do Caldeirão.

Solos: Argilo-Arenoso e Xistoso.

Clima: Temperado mediterrânico, caracterizado por invernos amenos e curtos e verões longos, quentes e secos.

Castas: Negra Mole com aroma frutado, “casta algarvia” por excelência (casta autóctone) proveniente de vinhas com mais de 60 anos; Castelão, proveniente de vinhas com mais de 20 anos apresenta cor vermelha rubi intensa, vinhos concentrados, aromáticos – framboesa e groselha – e com boas condições para envelhecer; Aragonez, vinhos de grande elegância e aromático; Antão Vaz; Arinto; Alvarinho.; Sauvignon Blanc; Chardonnay; Viognier. 

Vindima: Manual para caixas de 12 kg de modo a preservar toda a qualidade das uvas.

A Herdade

A Herdade Barranco do Vale situa-se na freguesia de São Bartolomeu de Messines, no lugar dos Campilhos, em plena Serra do Caldeirão.

A propriedade estende-se por cerca de 100ha de grande beleza natural, onde para além da vinha existem sobreiros, alfarrobeiras, oliveiras, amendoeiras, pinheiros e medronheiros.

A Família

A terceira geração da família que agora administra a propriedade, pretende combinar o tradicional e autêntico com as técnicas mais modernas de modo a disponibilizar ao mercado um produto de excelência.

A Produção

A produção vinícola iniciou-se em 2016 com 4 referências. 3 tintos (2 monocastas e 1 blend) das castas aragonez e castelão e 1 rosé Negra Mole, todos eles classificados como Reserva.

Às castas existentes (negra mole com cerca de 60 anos e aragonez e castelão com 20) a nova geração já acrescentou castas brancas que começaram a produzir em 2018 e cujas primeiras garrafas chegaram ao mercado em Maio de 2019.

Trata-se de um projeto movido por amor às gerações anteriores e que pretende afirmar-se pela sua qualidade e autenticidade.

Cartas ao avô

A título de curiosidade deixamos a baixo contra-rótulos dos nossos vinhos, que constituem uma singela homenagem a quem iniciou este caminho (“Cartas ao Avô”).

2017

Querido avô,

A Herdade continua linda. Os sobreiros que plantou estão fortes e saudáveis, as oliveiras grandes e robustas e os medronhos são divinos. A vinha antiga foi mantida com esmero e a área plantada cresceu. As uvas deste vinho foram cuidadas e selecionadas com carinho e rigor e a vinificação feita segundo as melhores práticas. Estagiou X meses antes de se engarrafar. Beijinhos com saudades.

ass ana

Querido avô,

A Herdade está cada dia mais bonita. Recuperámos a casa e arranjámos o espaço envolvente. Até tivemos um evento de Jazz no velho curral. Os vinhos têm tido um enorme sucesso e este ano lançamos o primeiro branco. As uvas foram cuidadas e selecionadas com esmero e rigor tendo este vinho estagiado X meses antes de ser engarrafado. Espero que esteja orgulhoso. Eu estou muito Feliz! Beijinhos com saudades.

ass ana

2018

2019

Querido avô,

2019 foi um ano intenso: de trabalho e reconhecimento. O nosso vinho é muito apreciado, o que me deixa feliz. Conquistámos 2 medalhas, que orgulhosamente recebi com o seu bisneto Tomás. A avó fez 90 anos e celebrámos todos juntos (incluindo a Maria Leonor, que já tem 1 ano). Desde a uva até ao copo continuaremos a inspirar-nos nos seus ensinamentos. Este vinho estagiou X meses antes de ser engarrafado. Um beijinho grande até ao céu e continue a olhar por todos nós.

ass ana

Prémios

2019

É com enorme satisfação que anunciamos que a Herdade Barranco do Vale conquistou 2 medalhas de prata no Concurso Vinhos do Algarve.

Os vinhos premiados foram o Blend Tinto (Aragonez e Castelão) Reserva 2017 e o Blend Branco (Antão Vaz, Alvarinho e Arinto) 2018.

Esta distinção dá-nos ainda mais motivação para continuarmos o trabalho que temos vindo a fazer

2020

O Aragonez 2018 Reserva foi distinguido como um dos melhores vinho de Portugal, na categoria de Algarve, pela Revista Grandes Escolhas.